Aiko in Underground - Quarta parte


Etoo... era para eu postar isso só próxima semana. Mas eu não aguentei T-T acontece que depois de eu me matar pra fazer o terceiro capítulo, eu fiquei totalmente viciada na minha fanfic. Aí tipo que eu já tô na sexta parte xD só que eu vou postar aos poucos, e deixar vocês na ansiedade, além do mais, o capítulo tá enorme. Eu também acabei percebendo que o Kaito ficou a cara do Miketsukami-kun.... EU JURO QUE EU NÃO ME INSPIREI NELE TÁ! Foi só coincidência!!!! Bom, vamos a fanfic:

 Entrei dentro do guarda-roupa, o quarto era escuro, mas me acostumei depois de um tempo. Não sei quem ele era, mas algum me diz que ele é uma pessoa legal. Ele continuava sorrindo, olhando pra mim.
- Olá Aiko! Sabia que algum dia iria encontrá-la.- ele se sentou e olhou pra mim. Ele me lembrava a Koai. Eram os mesmos olhos, sem brilho.
- Quem é você?- Cheguei perto dele e sentei.
- Filho da Koai, Kaito. Eu tenho 17 anos, você deve ter percebido alguma semelhança entre nós dois. Não conte para a Koai que você falou comigo, ok?! Na verdade, nem mencione meu nome ou qualquer coisa sobre mim.- Ele me olhou com seus olhos sem brilho, mesmo ele tentando esconder ao máximo, dava pra ver que ele estava com medo. Fiz que sim com a cabeça. Nesse momento ouvi Koai me chamando pra ir almoçar, ela estava com raiva. Saí do guarda-roupa e apertei no botão, ele me deu tchau enquanto a passagem fechava. Quando saí do quarto, Koai estava subindo as escadas.
- Por que demorou tanto? - Ela olhou pra mim e me puxou para a sala de jantar. Acabei não precisando dar uma desculpa. Não sou boa em mentir. Passei o dia no meu quarto, disse para ela que precisava pensar. Deixei o guarda-roupa e a passagem aberta, para nós ficarmos conversando. Chegou de noite e Koai disse que era para eu ir com ela para a luta, pois ela queria visitar o castelo do Oki-san, e era para mim ir com ela.
Consegui me controlar dessa vez, até lembrei do que aconteceu. Acordei no castelo do Oki-san, como o esperado. Acordei com gritos e barulhos estranhos, sai no quarto em direção a sala de estar, mas quando ia entrando, Yuu me puxou pra trás.
- Acho melhor não entrar lá!- Ele estava com um machucado no braço, parecia estar se esforçando para me segurar.
- Eles estão brigando desde cedo. Nem eu consegui dormir direito. Não interfira, eles sabem que não podem brigar perto de você, se você entrar, eles vão fingir que nada está acontecendo, e vão procurar um lugar que você não possa ouvir só pra continuar, que seria o meu quarto!- Ele continuava do mesmo jeito de sempre. Não dava pra ver oque ele estava sentindo, nunca dava. Ele também se parecia com Koai, mais ao mesmo tempo não parecia. Parei de tentar entender as loucuras a algum tempo.
- Koai e Oki estão brigando!? Por que? Oque aconteceu?- Nós fomos para meu quarto. Achei melhor deixar eles sozinhos. Uma empregada apareceu para nos dar comida, de acordo com Yuu, o nome dela era Sara.
- Na verdade - ele falava e depois comia - São problemas idiotas de família mesmo, eles estão decidindo onde você vai morar, de uma forma que só eles entendem.
- Eles são realmente casados?? Eles parecem tão opostos um do outro... Koai é fria e misteriosa e Oki é extrovertido e uma pessoa muito legal...
- Não se iluda, faz muito tempo que você não vem aqui. Oki-san vive me contando das loucuras que aontecem pelo reino, então ele já me contou sobre você.- Ele olhou para a janela, e olhou pra porta depois.
- Acho que está na hora deles fazerem as pases. Tenho a impressão de que vai ser difícil, mais do que os outros.
Ele abriu a porta e começou a descer em direção á sala de estar, o acompanhei de perto. Tudo até que fazia um pouco de sentido, se ligasse os fatos. O brilho dos olhos de Yuu, o sorriso de Kaito... Prometi para mim mesma que não iria contar a ninguém, mas ia perguntar a ele sobre Yuu depois. As portas abriram e os dois olharam para nós, Koai estava sentada com os braços e pernas cruzados. E Oki estava em pé perto dela. Os dois estavam zangados.
- Já é quase meio-dia! Vocês ainda estão “brigados”?- Falou Yuu. Ele estava incomodado com isso. Acho que nunca vi a Koai zangada, nem o Oki-san.
- Eu já disse a ele que a pequena Aiko precisa morar no meu castelo, mas ele fica dizendo que eu sou um “mal exemplo”!- Koai olhou pro Oki-san. Ele fez que sim com a cabeça.
- Ela vai ser não é mesmo?! Sei que a Aiko-tan não faz parte do Grupo Branco, mas você vai fazer ela ficar louca. Deixe ela decidir então, se não confia em mim- É verdade que Koai ia me dar nervos, mas eu precisava ir lá. Eu era do grupo vermelho por causa do meu aniversário de 6 anos. Disso eu lembrava.
- Eu quero dormir na casa dos dois. Um dia na da Koai, um dia na do Oki-san!- Eles ainda estavam zangados, mas aceitaram. Se eles continuarem zangados, oque vai acabar acontecendo?
- Yuu, está com fome? O almoço nem foi feito ainda, desculpe.- Oki-san estava tentando mudar de assunto. Yuu disse que ia fazer alguma coisa pra comer, e me puxou pra cozinha. Talvez ele realmente seja uma pessoa legal, mesmo parecendo o contrário. Queria saber se ele conhecia Kaito. E oque aconteceu para ele estar trancado dentro do meu guarda-roupa.
- Oque vai fazer?
- Cozinhar, não é óbvio!?
- E porque me trouxe junto?
- Deixe eles em paz, espero que eles façam as pases antes dás oito horas. Acho que vou dormir cedo hoje...  -Nós começamos a fazer cookies. Sem nenhum assunto ou conversa. Quase dava pra ver a tensão no ar. Depois de uma meia hora, ele finalmente falou alguma coisa.
- Ah! O-obrigado por me salvar naquele dia. A faca só passou de raspão, então isso vai sarar logo- Ele estava envergonhado, colocou a mão no braço ferido. Oque tinha contecido? Eu salvei Yuu quebrando a jaula, nessa hora veio alguém que acabou cortando Yuu... Não respondi, só balançei a cabeça dizendo "sim".
O resto do meu dia foi totalmente estranho. Koai e Oki passaram o dia zangados um com o outro. Eu e Yuu ficamos seguindo eles e espionando-os. Só que eles acabaram descobrindo. Eu descobri então que Yuu sabe mentir muito bem, ele começou a se lamentar dizendo que não queria que eles brigassem, que ele queria viver mais tempo e muitas outras coisas, fiquei olhando, com medo de abrir a boca e estragar o plano dele. Koai e Oki olhavam desconfiados para ele. Eles devem saber que ele está mentindo. Pode-se dizer que é uma família complicada.
- Yuu vamos fingir que nós acreditamos que você está com medo da nossa briga. Vamos fazer trégua, Koai!- Oki se virou pra ela, que acabou cedendo e concordando.
Eu e Yuu fomos escolher as armas que usariamos hoje a noite.
- Aiko...
- Hum...Que foi?
- Eu quero me casar com você!!!- Ele me olhou envergonhado. Oque foi isso? Ele não parecia estar mentindo.
- QUÊÊ??- Eu fiquei supresa. Yuu sempre foi o tipo de pessoa que gardou seus sentimentos para si mesmo, e é sempre difícil saber oque ele está pensando,
- N-não pense em coisas erradas! Meu pai vai acabar me obrigando a me casar com alguém que eu não goste. Koai vai obrigá-lo a me mandar casar, para que os exércitos fiquem cada vez mais fortes e maiores. E assim a luta nunca acabaria.- Não respondi. Não pretendia ficar nesse lugar, eu iria arranjar outro jeito de sair. Não podia matar pessoas inocentes só por causa do meu desejo egoísta. Fomos ao jogo, e acordei na casa da Koai. Tinha que falar com Kaito!

Continua...


HUASHUASHUAS... pode-se dizer que até eu ri da loucura que eu fiz o Yuu dizer. Tá, eu tava  dorgada eu não tava bem quado fiz esse capítulo (tipo, no meio das aulas da escola xD) o próximo, pode-se dizer... ficou mais curto e ao mesmo tempo que era pra explicar as coisas, acabou não ajudando muito. Pois é, eu sou baka. Mas, eu quero manter o mistério, até pra mim existem coisas desconhecidas em Underground....

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Yo midori-chan! Eu postei antes do previsto *-----* e sou baka. Tá, esse capítulo foi a prova da minha retardadice. Qual a próxima loucura que eu vou fazer acontecer??

      Excluir
    2. Ahh, eu estou adorando a sua fanfic =D
      To doida para sair o próximo capitulo *-*

      Excluir
    3. Va-VALEEEEUUUUU!!!! Muito obrigada *u*!!!! Etoo... acho que o próximo sai lá pra quarta (pera, não é pra eu dizer *----*) OH SHIT!

      Excluir
  2. Mugi-Chan eu amei essa fanfic e sabe mais desde que você falou no Yuu eu achei que ele iria de alguma forma sei lá sabe esse tipo de carinha sempre acaba fazendo alguma coisa inesperada(tipo um pedido de casamento),to adorando ainda bem que sou baka e atrasada por isso já tem a sétima parte u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NYNAN-CHAN!!! eu acabei nem vendo esse comentário .-. gomen, mas aki estou eu \o/

      O Yuu se indentifica mais ou menos com a personalidade do Ciel... ele é Tsundere, mas ao invés do "Tsun" ele seria o Kuudere... err... nem eu entendi oque eu escrevi aki, então não liga pra essa louca aki não xD poisé, foi engraçad o pedido, mas, não vai se transformar numa fanfic shoujo... até porque eu não consigo fazer esse tipo de fanfic, pq não sou uma pessoa que gosta de escrever coisa melosas... xD

      Excluir

OIE GENTE ( ◉◞౪◟◉)

Vai comentar? Obrigada, eu agradeço, principalmente se for um comentário decente/legal ( இωஇ ) Mas, antes de comentar, leia as regrinhas chatas que você nem precisa seguir se não quiser.

✖ Não comente coisas como 'Seguindo, segue de volta?' ou coisas do tipo.
(P.S.: Não sei se isso é porque meu blog é tão desconhecido assim, mas nunca recebi um comentário do tipo e-e desculpem)

✖ Coloque sua URL no final do comment, porque aí eu retribuo a visita e se gostar, sigo.

✖ Evite xingar as pessoas, a não ser que seja um post sobre isso. Sinta-se a vontade para usar palavrões, até porque eu também uso e_e

Só isso pissoinhas, agradeceria se seguissem as regras (o'ϖ'o)